Numa iniciativa desta Embaixada e do Centro Cultural Português e no âmbito das comemorações do centenário de Amália Rodrigues, a fadista Joana Amendoeira, acompanhada por Luís Coelho na guitarra portuguesa e João Filipe na viola de fado, subiu ontem ao palco da sala “Robert Krieps” da Abadia de Neumunster onde fez uma retrospectiva do percurso musical de Amália.

Em cerca de 60 minutos, percorreu as várias décadas de actividade da “diva do fado”, cantando as músicas mais conhecidas de Amália e fazendo uma incursão por canções italianas e francesa, como Amália fazia quando cantava no estrangeiro.

Tratou-se do primeiro evento em sala fechada realizado neste país desde o Covid-19, estando ocupados 230 dos 280 lugares da sala por determinação da DGS local. Composição do público poderia dividir-se em metade da Comunidade e a outra metade de outras nacionalidades. Apesar das limitações (uso obrigatório de máscara durante todo o concerto), foi muito apreciado pelos presentes se recordarmos as palmas que bateram à fadista e os acompanhamentos de refrões das músicas que cantou.

joana amendoeira

  • Partilhe