A Embaixada de Portugal e o Centro Cultural Português, no âmbito do mês europeu da fotografia, receberam no passado dia 16  o fotógrafo português Jorge Molder, que inaugurou a sua exposição intitulada “Malgré lui” e que estará aberta ao público até 8 de Julho. Fala-nos do tempo no sentido de que cedo ou tarde tudo vai parar ou desaparecer e por isso é inevitável “de frapper, de frapper fort, de frapper avec conviction”, mesmo que também esse “desejo” também acabe por deixar de se movimentar ou ser eliminado. Portanto, é preciso aproveitar esta viagem misteriosa no tempo antes que pare ou desapareça, como tudo na vida. Presentes, entre muitos outros visitantes, Paul di Felice, organizador do mês europeu da fotografia no Luxemburgo, a directora do MUDAM, ex-directora de Serralves, Suzanne Cotter,  os Condes de Ganay e a Directora do Instituto francês, Laurence Lochu, para além de jornalistas “culturais”.   

foto 1

foto 2

foto 3

foto 4

 

 

  • Partilhe